CRUZES!

Meninas, o acessório desejo da vez são os pingentes de cruz!Assim como as caveiras eles também sempre fizeram parte do meu mood, gosto de usá-los juntos, inclusive. A cruz, cruce em latim, é um dos símbolos mais antigos usados pelo homem e a origem do seu significado é provavelmente a da subcultura gótica, que associa a imagem a dor e ao sofrimento, sentido também adotado por Roma antes mesmo da crucificação de Jesus Cristo, mas mesmo representando esses sentimentos, é um símbolo forte, de proteção para quem acredita ou até mesmo de provocação, dependendo do contexto, e como sempre digo aqui que nos comunicamos com o mundo por meio do que vestimos e usamos, artigo aqui, procurem saber o significado das cruzes que forem usar, pois cada tipo (cristã, coroada, céltica, nórdica, occitana, pátea, grega…) tem um. São peças obscuras, provenientes da estética monástica -estilo da vez!- e remetem a religiosidade, mas uma coisa é certa, elas imprimem elegância a qualquer composição. Separei algumas do meu acervo para ilustrar o post. Essa primeira peça eu trouxe de Lisboa e é inspirada na Cruz de Malta ou de São João, tem como significado a regeneração.
Os pingentes abaixo são crucifixos, eles se caracterizam por terem a travessa superior mais curta, onde originariamente se localiza a inscrição I.N.R.I., e atualmente são o símbolo mais comum do cristianismo, que considera o seu significado como a referencia mais imediata da Crucificação de Cristo, importante dizer que a Cruz vazia (sem a figura de Jesus) representa a Ressurreição, entendimento dos protestantes, então, a estética dessas peças remete ao segundo significado, apenas pela falta da imagem.
Seja pela religiosidade ou apenas por modismo, proteção nunca é demais, portanto, vale a pena investirmos nessa peça única e atemporal! Beijos e bom domingo!

Comentários