SOBRE MODELAGEM

Muitas vezes lemos nas publicações de moda que tal peça é de alfaiataria ou moulage, por exemplo, então, achei importante esclarecer aqui no blog afinal, o que representam tais termos.

A Modelagem é a meu ver a área mais importante da indústria modal, pois é através dela que se realizam as criações dos Designers de Moda, desde que possíveis. Sim, muitas vezes o que está nos croquis não funciona na prática na hora da elaboração dos moldes.

São cinco as etapas do processo de fabricação de uma peça de vestuário: criação, modelagem, pilotagem, produção e expedição. Mas agora vamos falar um pouquinho da modelagem porque é importante para vocês até mesmo como consumidoras, uma vez que essa etapa está diretamente ligada ao conforto e ao caimento da roupa, essencial para o bem vestir.

A grande diferença entre as grandes marcas e as lojas de departamentos reside especialmente nessa etapa, é gritante a diferença de qualidade da modelagem entre as duas. O investimento no segmento justifica os preços mais altos praticados pelas primeiras, e garante vida longa ao produto que vendem. Pensem nisso!

São quatro as técnicas atuais de modelagem, a saber:

Alfaiataria: Geralmente os produtos de alfaiataria são feitos sob medida, o que garante a exclusividade e a qualidade do mesmo. É desenvolvida diretamente sobre o tecido. A palavra alfaiataria significa “a arte do corte” e é muito antiga, sendo que atualmente tem sofrido a influência do streetwear e do sportwear, em decorrência do novo lifestyle. No nosso país podemos destacar o trabalho excelente do estilista Alexandre Herchcovitch, que sempre leva para o catwalk esse segmento de moda.


Computacional: desenvolvida no computador utilizando-se os sistemas CAD (Computer Aided Design) e CAM (Computed Aided Manufacturing). Um exemplo na prática é a peça criada pelo Designer Iris Van Herper para a Amsterdam Fashion Week, com características fortes de vanguarda, típicas das Escolas de Moda da Antuérpia (onde gostaria -na verdade quero muito msm!-de me especializar), como vcs podem observar nas fotos abaixo.



Draping ou Moulage: o tecido é manipulado diretamente no manequim industrial, um grande mestre nessa técnica no nosso país é Jum Nakao, quem não se lembra do desfile maravilhoso da sua coleção “A Costura do Invisível”? Digno das passarelas européias, e com certeza um dos grandes momentos da Moda Brasileira.




Plana: são utilizadas fórmulas matemáticas para a construção dos moldes. “Modelagem é precisão, desde a mais simples a mais elaborada. A base das costas e a base da frente, guias referenciais da modelagem plana, necessitam ser precisas”.(Sônia Duarte, co-autora do livro Modelagem Industrial Brasileira, utilizado na minha graduação em Design de Moda).


Meninas, enfim consegui postar o Artigo de LLuxo da semana, já que fiquei devendo o do último domingo, bom, espero que seja útil de alguma forma para vcs.

Beijos modelados!

Comentários

Marcelle Louback disse…
Muito bom, parabéns! Didático e enxuto! Bjs
LL disse…
Obrigada!Vindo de vc é lisonjeador!;)
Beijos felizes!
Anônimo disse…
Lu, artigo pra ser lido e "relido" várias vezes!!!! Nem preciso dizer que amo seus Artigos de LLuxo...pra mim funcionam como aprendizado. E tenho prestado muita atenção qdo vc diz sobre a qualidade da modelagem das roupas, principalmente nas atemporais, que valem um bom investimento. Só tive uma dúvida: na modelagem Plana as peças tb são feitas sob medida, assim como na Alfaiataria? Bjsss

Alice Mancini
LL disse…
Obrigada Alice!Fico lisonjeada por vc gostar dos meus artigos!
Quanto a sua duvida, bom, a modelagem plana eh a preparação dos moldes que seguem certas medidas usadas como padrão, e um trabalho matemático mesmo, já a alfaiataria clássica respeita os determinados tipos físicos. Qualquer duvida estou a disposição!
Bjssssss!
Anônimo disse…
Super entendido, Lu!!!!
Bjss e Obrigada!!!
Alice